Receitas culinárias simples, de rápida preparação, testadas por mim.

sábado, fevereiro 27, 2016

Creme de limão



Nesta altura os limões abundam nesta casa, já bem maduros, as receitas saltitam de um lado para o outro para eu decidir qual  será a próxima a fazer, separam-se pelas mais simples, ingredientes que estão sempre na despensa, ingredientes que preciso comprar, etc...
Hoje saiu este creme muito simples, com ingredientes da despensa, e com um sabor a limão...humm....

3/4 de xícara de açúcar
1/4 de xícara de amido de milho
2 e 1/2 xícara de leite
3 gemas ligeiramente batidas
2 colheres de sopa de raspa de limão
2 colheres de margarina amolecida
1/2 xícara de sumo de limão
1 pitadinha de sal

Numa panela coloque o açúcar e o amido de milho, misture. Aos poucos acrescente o leite, mexendo bem, para dissolver o açúcar e amido e evitar ficar grumos. Acrescente as gemas, a raspa de limão e uma pitada de sal.
Leve ao lume médio, mexendo sempre até engrossar. Retire do lume e  mexendo sempre acrescente o sumo de limão e a margarina, até serem absorvidos pelo creme.
Coloque em taças, coando com um coador para ficar um creme bem liso.
Sirva bem fresco.







quarta-feira, fevereiro 24, 2016

Barras de limão


Para o lanche a acompanhar um chá ou mesmo um café é delicioso, o aroma e sabor a limão é uma perdição.

Para a base:
200g de margarina
1/2 xícara de açúcar
2 xícaras de farinha
1 pitadinha de sal fino

Para o bolo:
6 ovos
2 xícaras de açúcar
2 colheres sopa de raspa de limão
1 xícara de sumo de limão
1 xícara de farinha

Pré-aquecer o forno.
Untar uma forma retangular, forrar com papel vegetal e voltar a untar.
Bater a margarina com o açúcar. Juntar a farinha e o sal, e amassar com a mão até ficar uma areia fofa.
Colocar na forma e pressionar para fazer uma crosta com cerca de 0,5cm de espessura. Levar ao forno por cerca de 15-20 minutos até começar a dourar, a 180º.
Entretanto bater todos os outros ingredientes. Coloque por cima da crosta  e leve novamente ao forno por cerca de 30 minutos. Deixe arrefecer e corte as barrinhas.



segunda-feira, fevereiro 22, 2016

Peito de frango recheado com cogumelos e queijo

 
 
Peito de frango muito aromático, o bacon da-lhe um sabor extra, o recheio da-lhe a humidade que precisa e o queijo derretido hummm...
Quem não gosta....





3 peitos de frango
8 tiras de bacon finas
200g cogumelos
3 cubos de queijo
1/2 copo de vinho branco
sal, pimenta,
1/2 cubo de caldo de galinha
1 colher sopa de manteiga

Comecei por cortar os peitos de frango em envelope, temperei com sal e pimenta, e reservei.

Limpei os cogumelos e cortei-os em pedaços. Cortei duas tiras de bacon em cubinhos.

Numa frigideira com um pouco de azeite, fritei os cubinhos de bacon, juntei os cogumelos e deixei fritar, temperei com pouquinho sal (o bacon já é salgado).

Recheei o frango com os cogumelos e juntei um cubo de queijo, fechei o frango com ajuda de palitos, e envolvi  com as tiras de bacon, prendi também com palitos.

Se sobrar cogumelos, reserve para acompanhamento.

Na mesma frigideira dos cogumelos, coloque mais um pouco de azeite e doure os peitos de frango de ambos os lados. Quando loiros transfira os peitos de frango para uma assadeira juntamente com o azeite e leve a assar cerca de 20 minutos.

Na mesma frigideira onde alourou o frango e sem a lavar, junte 1/2 copo de vinho branco e deixe ferver, para absorver todos os sabores do frango e bacon, acrescente 1/2 cubo de caldo de galinha, deixe dissolver, acrescente a manteiga e deixe derreter e engrossar o molho. Retire do lume e reserve.

Quando os peitos estiverem assados, retire os palitos, corte-os ao meio, sirva de imediato com o molho e restantes cogumelos. Acompanhei com grelos salteados e batata assada.

sexta-feira, fevereiro 19, 2016

Pannacotta com marmelade de limão


Uma sobremesa simples e deliciosa, especialmente para quem gosta de sobremesas com limão, que é o meu caso, quando vi a receita neste blog  até salivei, ao pensar no azedinho da marmelade de limão, achei uma óptima combinação e não resisti a fazer.

Para a pannacotta:
100ml de leite
400ml de natas
1/2 xícara de açúcar
casca de 1 limão (só parte amarela)
1 colher chá de essência de baunilha
5 folhas de gelatina

Para a marmelade de limão:
Raspa de 2 limões
1/3 de xícara de sumo de limão
3/4 de xícara de açúcar

Para a pannacotta:
Comece por demolhar as folhas de gelatina em 50 ml de leite, deixe hidratar.
Numa panela junte o restante leite, as natas, o açúcar, a raspa de limão e a baunilha, leve ao lume, mexendo para dissolver o açúcar até começar a ferver. Retire do lume e envolva a gelatina com, mexendo bem até que dissolva completamente.
Passe por um coador, e coloque em 6 taças ou ramequins, leve ao frigorífico para solidificar, por cerca de 6 horas.

Para a marmelade:
Num tacho pequeno  coloque o sumo de limão, açúcar e raspas de limão, Leve ao lume e deixe ferver, mexendo ocasionalmente, até a calda engrossar ligeiramente ( cerca de 5 minutos).
Retire do lume e  coloque num frasco de vidro, deixe esfriar e engrossar.
Coloque colheradas por cima da pannacotta, e sirva.









quarta-feira, fevereiro 17, 2016

Carbonara de atum


Para uma refeição rápida e muito saborosa, a inspiração veio do Blog " I sapore di casa", tão simples e tão fácil de preparar.

Para 3 pessoas:
300g de esparguete
2 latas de atum
1 dente de alho
salsa picada
2 ovos,
queijo ralado
sal e pimenta

Cozer a esparguete em água fervente temperada com sal.
Abrir as latas de atum e escorrer o óleo, aproveite um pouco do óleo e coloque-o num tacho, com um dente de alho picado e o atum, deixe cozinhar por cerca de 2 minutos, acrescente um pouco de salsa picada. Retire do lume e reserve.
Escorra o esparguete, reserve um pouco de água da cozedura. Junte o atum á esparguete.
Bata os ovos muito bem, acrescente queijo ralado e tempere com sal e pimenta, junte um pouco da água da cozedura, mexendo bem para não talhar os ovos, e envolva na massa, leve novamente ao lume para cozer sem deixar ferver, misturando sempre, o molho deve ficar cremoso.


segunda-feira, fevereiro 15, 2016

Arroz de cabidela


Arroz de cabidela é daqueles pratos que raramente se fazem cá em casa, mas que  todos adoramos, e  só se fazem quando temos frango e sangue caseiros e de confiança.

Gostamos dele com bastante caldo grosso e bem escuro a fugir pelo prato, por isso só se termina quando já estão todos prontos para irem para a mesa.

Faço-o bastante simples, num tacho coloco cebola e alho bem picadinhos, uma folha de louro, e uns cubinhos de touçinho fumado ou chouriço tipo salpicão, e uma malagueta deixo a cebola alourar levemente, acrescento o frango cortado em pedaços,  envolvo bem, e acrescento água suficiente para a cozedura do frango, tempero com sal, um raminho de salsa e deixo cozinhar até ficar bem tenro.

Nessa altura o caldo já reduziu bastante, acrescento o arroz, envolvo bem, e acrescento mais caldo aos poucos, á medida que o arroz vai necessitando, pois quero o arroz cozido sem se desfazer e com bastante caldo. Vou mexendo com um garfo, porque quero que liberte o amido que engrossa o caldo sem esmagar o grão do arroz.

Quando o arroz já está cozido e no ponto, junto uma chavena de sangue onde foi misturado o vinagre, misturo bem na calda para que coza uniformente, mais 3- 4 minutos, rectifico os temperos, e serve-se logo de seguida para que não seque.

sexta-feira, fevereiro 12, 2016

Cheesecake americano com ganache de chocolate


Mais uma experiência inspirada no site "table for two" adaptada aos ingredientes que tinha em casa no momento, e que resultou numa fantastica sobremesa que voltará a ser repetida brevemente.


Para a base:
1 pacote de bolacha maria
6 colheres sopa de margarina sem sal amolecida.

Para o cheesecake:
600mg de queijo creme (usei ligt)
1 xicara de açucar
2 colheres sopa de farinha trigo
3 ovos
200ml natas
1 colher de chá de essencia de baunilha

Para o ganache:
1 barra de chocolate culinária 200g
200ml de natas
4 colheres sopa de margarina

Para a base:
Triturar a bolacha até ficar em migalhas, juntar a margarina e envolver na massa. Forrar uma forma de aro amovível com a mistura, pressionar bem. Reservar no frigorífico.

Para cheesecake:
Colocar na batedeira o queijo creme, o açucar e a farinha, bater até ficar um creme brilhante e muito fofo. Juntar os ovos um a um batendo entre cada adição e por fim acrescentar o extrato de baunilha, misture bem.
Coloque o preparado sobre a base de bolacha e leve ao forno pré-aquecido por cerca de 40 minutos a 180º.
Retirar do forno e deixe arrefecer.

Entretanto prepare o creme de chocolate:
Aqueça as natas e a margarina e logo que comece a borbulhar retire do lume e acrescente o chocolate partido em pedaços pequenos, mexa bem até derreter totalmente e ficar um creme muito liso e brilhante.

Coloque por cima do cheesecake já frio e leve ao frigorifico.

Sirva bem fresco decorado a gosto.


         


quarta-feira, fevereiro 10, 2016

Espetadas de frango bacon e ananás


Uma refeição simples, preparada num instante numa combinação de sabores que nos fazem viajar para climas tropicais.

Usei peito de frango cortado em cubos que temperei com sal e sumo de limão, cebola pequenas cortadas em quatro, pimentos vermelhos (estes bem picantes) ananás partido em cubos, e bacon cortado em tiras finas.

No espeto comece por um cubo de ananás, o bacon no inicio de uma das tiras, o cubo de frango, envolva o bacon no frango e espete, coloque uma fatia de pimento, um quarto de cebola, intercale o bacon e recomece com o ananás e restantes ingredientes.

Numa taça coloque um pouco de azeite e tempere com sal e sumo de lima.

Pincele as espetadas, e leve a grelhar virando de vez em quando para grelharem por igual, e pincelando de vez em quando com o azeite, para não secarem.

Acompanhei com arroz de legumes e salada verde.




quarta-feira, fevereiro 03, 2016

Borrego assado no forno

Adoro borrego, mas não é uma carne que entre com frequência na minha cozinha, acho que a culpa é nos N/ talhos que só vendem peças grandes (metades ou quartos), o que é muito para uma família pequena. Se vendessem peças mais pequenas, como no porco teriam muito mais saída e certamente consumiria muito mais.



Esta é daquelas receitas básicas que passam de geração em geração, só variam nalguns temperos por gosto pessoal.

O borrego é colocado numa taça com água temperada com sal e rodelas de limão, durante algumas horas.
Depois é escorrido e temperado com sal, alguns dentes de alho esmagados, folha de louro, piri-piri, é regado com um fio de azeite, vinho, e sumo de laranja, marina durante algumas horas, e vai assar ao forno a 200º por cerca de 2 horas até ficar muito tenro e tostado.

Acompanhei com grelos salteados, batata assada e rodelas de laranja.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...