Receitas culinárias simples, de rápida preparação, testadas por mim.

quarta-feira, julho 16, 2008

tarte de maracuja



Esta foi a primeira tarte da filhota, faltou a decoração para ficar mais bonita, mas a gula foi mais forte e não deu para esperar pelos maracujas que teimavam em demorar. Estava deliciosa.
Massa.
150 g de manteiga
1/3 chavena de açucar
1 colher cha de essencia baunilha
2 chavenas de farinha sem fermento
2 colheres água fria
Recheio:
1/2 chavena de açucar
3/4 de chavena de sumo de maracuja
1/4 sumo de limão
4 ovos
1 gema
1 pacote de natas frescas (200ml)
Massa: Numa tigela coloque a manteiga, o açucar, a farinha e a essencia e amasse até formar uma farofinha, junte a água e amassando até formar uma bola. Embrulhe em papel aderente e guarde no frigorifico por cerca de 30 minutos.
Numa superficie polvilhada estique a massa e forre uma tarteira, aqui achei que era mais facil para a filhota colocar na tarteira e com as pontas dos dedos esticar a massa até forrar a tarteira e foi como fez. Depois da tarteira forrada com a massa, colocar uma folha de papel vegetal e por cima feijões e levar a assar cerca de 10 minutos, retirar a folha de papel com os feijões e levar assar mais um pouco.
Recheio:
Colocar o açucar e os sumos numa tigela em banho-maria. Misture até o açucar se dissolver. Adicione os ovos, a gema e as natas. Cozinhe mexendo sempre por cerca de 6 minutos até o creme engrossar.
Deite o recheio na tarte e leve ao forno cerca de 30 minutos.
Retire e deixe arrefecer.
Decore com polpa de maracuja e quartos de maracuja.

terça-feira, julho 15, 2008

esparguete com lulas


Tinha lulas para o jantar, mas não sabia muito bem o que queria fazer com elas, pesquisei na net, imprimi algumas receitas, cheguei a casa, e comecei a preparar, esqueci-me totalmente das receitas que tinha imprimido e foi saindo naturalmente esta esparguete com lulas.
Comecei por colocar um fiozinho de azeite no wok, juntamente com 2 cabeças de alho descascadas e socadas, mas inteiras até o azeite ferver, juntei as lulas que estavam já arranjadas e cortadas em pedaços, deixei-as saltear, temperei com sal, 1 piri-piri, juntei 2 tomates bem maduros, sem pele e cortados em pedaços, e deixei apurar, juntei um pouquinho de água para refogar bem, por fim juntei pedaços de pimento cortados em tiras, deixei apurar.
Entretanto cozi esparguete em água temperada com um pouco de sal e um fio de azeite. Depois de cozida escorri e juntei ao molho das lulas, misturei bem e deixei cozer mais um pouquinho, para tomar bem o sabor.

sexta-feira, julho 11, 2008

Bolo salgado de corguettes



Este bolo inspirado neste da Karen, ficou bem gostoso, claro que tive que adaptar os ingredientes aos que tinha no frigorifico no momento, e ao gosto do pessoal cá de casa, vou colocar a receita conforme a fiz.




180 g de farinha


3 ovos


50 ml de azeite (aqui reduzi p/ metade a quantidade pedida na receita original que era 100ml, para reduzir a quantidade de gordura)


150 ml de leite (aumentei aqui a quantidade de liquido que reduzi no azeite)


100 g de queijo parmesão


2 corguettes


hortelã, usei umas 5 folhinhas mas poderia ter posto mais algumas


1 colher sobremesa de fermento


sal e pimenta a gosto


bacon cortado em tirinhas (acrescentei por minha iniciativa)




Preaquecer o forno a 180º. Usei formas de silicone por isso não precisei untar, mas se usar formas normais unte-as com manteiga e forre com papel vegetal, volte a untar.


Picar as corgettes em quadradinhos, aqui começou as minhas alterações, achei que os meninos vendo tantos pedacinhos de corguettes iriam reclamar então piquei uma e a outra bati no liquidificador juntamente com os ovos, o leite, o azeite, o sal e a hortelã.


A corguette picada saltei-a com o bacon aos cubinhos, até amolecer.


Numa tigela coloquei a farinha com o fermento, misturei a mistura do liquidificador até ficar uma massa homogénia, juntei as corguetes salteadas, o queijo, e envolvi bem.


Coloquei numa forma de bolo inglês e em algumas formas de mufins, e levei ao forno a assar.


Deixar esfriar antes de desenformar é uma boa dica, eu com as minhas pressas desenformei quente e partiu um bocadinho.

quinta-feira, julho 10, 2008

caldeirada de peixe com corguette



Meu marido gosta de pescar, de vez em quando traz-me uns peixinhos pequenos, sozinhos não dão para nada, então vou congelando e quando tenho uma quantidade decente faço uma caldeirada.

Foi o caso desta vez tinha em casa 4 robalinhos, 1 sargo, 1 solha, e 1 bela enguia, tirei do congelador pensando na caldeirada.

Á noite quando cheguei comecei a preparar tudo para o jantar e para minha surpresa, acabaram-se as batatas, com apenas duas batatinhas, não dava para a minha caldeirada, poderia fazer só de peixes, mas aí teria que fazer arroz, não me apetecia, fui ao frigorifico e vi uma corguette sozinha, mãos á obra e saiu esta caldeirada com corguette, que por sinal estava muito saborosa.


Fiz assim:

Num tacho de fundo grosso, coloquei cebola e alhos as rodelas, tomate cortado em pedaços, as batatinhas descascadas previamente lavadas e cortadas em rodelas, a corguette também lavada, e cortada as rodelas, polpa de tomate, os peixinhos previamente arranjados, algumas delicias do mar, sal, reguei com azeite, polvilhei com coentros. Levei a cozer em lume brando, de vez em quando refrescava um um pouquinho de vinho branco e com o tacho tapado ia abando-o para que não pegasse no fundo.

quarta-feira, julho 09, 2008

Muffins de chocolate e canela


Bolinhos feitos pela filhota são sempre deliciosos, estes são optimos para o lanche da criançada.

250g de farinha
25 g de cacau
1/2 colher cha de canela
125 g de chocolate em barra partido em pedacinhos ou pepitas de chocolate (só tinha um pedacinho de chocolate em casa e foi o que usamos)
1 colher sopa de fermento em pó
1/2 colher café de sal
75 g de açucar amarelo
2 ovos levemente batidos
2,5 dl de iogurte
50 g de manteiga derretida

Aqueça o forno a 200º. Unte as forminhas com manteiga.
Peneire a farinha, o fermento, o cacau, a canela e o sal para dentro de uma tigela. Junte o açucar e o chocolate partido em pedacinhos.
Bata os ovos com o iogurte e a manteiga derretida.
Faça uma cova no meio dos ingredientes secos e coloque os liquidos. Misture com cuidado para formar uma massa fofa.
Deite a massa dentro das forminhas, só até 2/3 de altura. Leve ao forno por cerca de 20 minutos.

terça-feira, julho 08, 2008

Arroz á Valenciana

Um arroz que adoro, mas que já há muito tempo não fazia. Fiz para 6 pessoas, as quantidades ficam ao critério de cada um. Eu usei mais ou menos uma xicara da cada um dos ingredientes, para o arroz duas.



bifinhos de porco cortados em quadradinhos

peito de frango cortado em quadradinhos

lulas limpas cortadas em rodelas

filetes de pescada cortados em pedacinhos

Camarões

marisco variado (usei preparado de salada de marisco congelado que tinha camarões, ameijoas, e mexilhões)
ervilhas usei congeladas


arroz

sal

piri-piri

1 colher café de açafrão

azeite

1/2 linguiça cortada em rodelas

1 cebola e alho picado

2 tomates picados

1/2 pimento verde e 1/2 vermelho





Comecei por temperar as carnes e peixes com sal separadamente e camarões com sal e piri-piri. Coloquei um pouquinho de azeite no wok e comecei por alourar as carnes e o peixe, as lulas e os camarões separadamente e reserva-las num tachinho, misturando os sucos que vão libertando.



Depois alourei a cebola e o alho em azeite, juntei a linguiça, e os tomates picados sem peles, deixei refogar e juntei as carnes, menos os camarões que reservamos para a decoração, juntei uma xicara de água quente, deixei refogar cerca de 15 minutos, para as carnes ficarem macias, juntei depois o arroz, o marisco e as ervilhas, o pimento cortado em quadradinhos e o açafrão desfeito em 3 xicaras de água a ferver, mistura-se bem e deixei o arroz cozer cerca de 15 minutos em lume brando. Depois de pronto coloca-se os camarões reservados e tapa-se o tacho por cerca de 5 minutos. Serve-se de Seguida.





segunda-feira, julho 07, 2008

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...