Receitas culinárias simples, de rápida preparação, testadas por mim.

domingo, outubro 29, 2006

Jardineira com beringela

Jardineira com Beringela


Mais uma tentativa para conseguir que os meus meninos comecem a gostar da beringela e outros legumes, posso dizer que todos comeram e não reclamaram.



1 cebola,
1 dente de alho
1 dl de vinho branco
azeite
1 tomate grande
folha de louro
rodelas de chouriço
carne de vaca cortada em cubinhos
6 batatas (médias)
2 cenouras médias
1 xícara de ervilhas
1 beringela pequena
Sal

Refogar a cebola e o alho no azeite, juntar o tomate sem peles e cortado aos pedaços, o vinho, temperar com sal, o louro, juntar a carne e deixar estufar.
Descascar as batatas e cortar em cubinhos e lavar bem, para retirar parte da goma, cortar as cenouras em cubinhos, cortar as beringelas em bocados.
Quando a carne estiver macia juntar as batatas, as cenouras, a beringela e as ervilhas, juntar agua quente até tapar os legumes e deixar estufar, rectifique os temperos e deixe apurar.
Sirva.

Massa á labrador

Massa á labrador


Sobrou-me um pouco da jardineira anterior, e como não gosto de desperdiçar comida, lembrei-me desta massa.


Sobras de jardineira
1 xícara de grão de bico cozido
1 cenoura
carne de vaca cortada em cubinhos
massa
cebola, alho,
sal, folha de louro
tomate
azeite

Faça um refogado com azeite, cebola e alho bem picados, junte o tomate picado, sem peles, tempere com sal e folha de louro junte um pouco de agua junte a carne e a cenoura cortada em rodelas, e deixe estufar.
Quando a carne estiver cozida, junte agua suficiente para cozer a massa, quando ferver junte a massa, o que sobrou da jardineira, o grão, e rectifique os temperos.
Deixe cozer e apurar .

Bolachinhas de amendoim

Bolachinhas de amendoim

Òptimas para acompanhar um café ou chá.

80 g de manteiga
80 g de açucar
1 gema
1 colher sopa de leite
70 g de amendoim picado
160 g de farinha
1 colher sopa de chocolate em pó
canela em pó

Bata a manteiga com o açucar até obter um preparado cremoso.
Junte a gema, o leite, o amendoim, a farinha, o chocolate e a pitada de canela.
Amassar até se soltar da tigela.
Tenda a massa sobre bancada polvilhada com farinha e corte-a com um cortador .
Coloque as bolachinhas em tabuleiro untado e polvilhado de farinha, leve a assar em forno pre-aquecido por 8 a 10 minutos.

Bolo Formigueiro


Bolo Formigueiro

Uma delicia de bolo, optímo para um lanche.

3 cenouras grandes
4 ovos
2 xicaras cha de açucar
3 xicaras cha de farinha
1 colher sopa de fermento em pó
3 colheres sopa de coco ralado
3 colheres sopa de pepitas de chocolate
1 xicara de cha de óleo (eu coloquei cerca de 2/3 da xicara)

Calda3 colheres chocolate em pó
1 e 1/2 xicara de leite
1 colher cha de manteiga
1 xicara de açucar

Bata no liquidificador as cenouras cortadas aos bocados com os ovos, o açucar e o óleo.
Numa taça misture a farinha, o fermento, o coco e as pepitas de chocolate, e coloque o creme do liquidificador.

Misture bem, e leve a assar em forma untada e polvilhada em forno a 180º.

Faça a calda:
Misture todos os ingredientes e leve ao lume até engrossar um pouco, mexendo sempre.

Depois de desenformar o bolo coloque a calda e deixe arrefecer.

Rojões à moda do Minho

Rojões à moda do Minho

Um prato que eu adoro mas evito devido á quantidade de gordura.


1kg de carne de porco cortada aos cubos (de preferencia da perna e barriga)
200g de tripas enfarinhadas
200g de redenho
100g de sangue de porco cozido
100g de figado de porco
5 dentes de alho
2 folhas de louro,sal, malagueta
2 dl de vinho tinto
1 pitada de cominhos
óleo para fritar


Lave muito bem o redenho.
Num alguidar coloque a carne e o redenho e tempere com sal, cominhos, malagueta,, os alhos esmagados, a folha de louro e o vinho, deixe a marinar de um dia para o outro.

Num tacho coloque um pouco de óleo, o redenho, os rojões e o liquido da marinada, deixe cozer até o liquido se tranformar em gordura e dourar as carnes.
Depois de bem dourados, retire os rojões,e o redenho e frite nessa gordura o figado cortado em pedaços, as tripas, e o sangue.


Sirva os rojões acompanhados por batatas fritas cortadas aos cubos, ou castanhas fritas e picles.
No meu caso eu servi com batata cozida e grelos salteados.

Pão integral


Pão Integral
Este pão ficou fofissimo, muito bom, a massa fica meio grudenta, mas no final o resultado é surpreendente.

1 xícara de germem de trigo
1 e 1/2 xícara de farinha trigo integral
1 xícara de farinha de centeio
3 xícaras de farinha de trigo
1 envelope fermento fermipan (11g)
1 colher de café de sal
1 colher de sopa de açúcar
1 e 1/2 xícara de leite morno
4 ovos
Misturar todos os ingredientes secos e os ovos e depois vá acrescentando o leite, vá amassando a massa até ficar lisinha e sove bem.
Deixe crescer por 30 minutos.
Passado esse tempo sove mais um pouco, e coloque em forma untada, deixe crescer mais 20 minutos.
Pincele com leite e leve a assar em forno a 180º até ficar corado.

Dá para 1 pão grande ou 2 médios.

sábado, outubro 21, 2006

Esparguete á minha moda


Esparguete á minha moda


Esta é a minha forma preferida de comer esparguete, estufadinha com bastante molhinho, uma delicia.
As medidas deixo ao critério de cada um, faço a olho.

1 cebola
1 dente de alho
vitela cortada aos cubos
rodelas de chouriço
1 cenoura cortada as rodelas
1 tomate
1 dl de vinho branco
1 punhado de ervilhas congeladas
massa esparguete
Sal
1 folha de louro

Aloure ligeiramente a cebola bem picadinha e o dente de alho, junte o tomate cortado aos pedaços e livre de peles, a folha de louro, o vinho, a vitela , o chouriço, e a cenoura , tempere com sal, junte um pouco de água e deixe estufar bem até a carne ficar cozida.
Junte mais água suficiente para cozer a massa, deixe estufar mais um pouco, rectifique os temperos, junte a massa e deixe estufar até a massa ficar cozida.
Cinco minutos antes de apagar junte as ervilhas.
Eu gosto da massa bem cozida, isso fica ao critério de cada um.

Bolachinhas de espiral


Bolachinhas de espiral

Estas bolachinhas fiz para o lanche , para acompanhar um chazinho, como estava com pressa não aguardei a hora no frigorífico nem levei ao congelador, também acho que não foi preciso uma vez que a massa moldava-se muito bem. Ficaram bem gostosas, no entanto coloco aqui a receita original.

150 g de açúcar
100 g de margarina
1 ovo
300 g de farinha
1 colher sopa de fermento em pó
1 colher sopa de cacau
1 colher de sopa de leite
1 colher café de essência de baunilha

Bata o açúcar com a margarina até obter um creme.
Junte o ovo e metade da farinha e o fermento, continue a mexer até ficar uma massa homogénea.
Adicione a restante farinha, misturando muito bem, amasse com a mão.
Divida a massa em duas, na primeira junte a essência de baunilha, misture bem e reserve no frigorífico.
Na segunda misture o cacau previamente diluído no leite, misture bem e reserve também no frigorífico por aproximadamente 1 hora.
Estenda primeiramente a massa de baunilha, com a ajuda de um rolo até ficar com 0,5 cm de espessura, por cima desta estenda a massa de cacau, enrole a massa e aperte bem.
Embrulhe a massa em papel de alumínio e leve ao congelador por cerca de uma hora.
Desembrulhe e corte o rolo em fatias de 0,5 cm de espessura.
Coloque as fatias deitadas em tabuleiro untado e polvilhado de farinha.
Leve a assar em forno a 200º por cerca de 8 minutos.

quinta-feira, outubro 19, 2006

Tarte de Natas


Tarte de Natas

Esta receita retirei do site da vaqueiro, ficou uma delicia.

Para a massa:
250 g de farinha
3 colheres de sopa de açúcar
125 g de margarina
1 ovo pequeno

Para o recheio:
4 ovos
6 colheres de sopa de açúcar
2 colheres de sopa de maisena
2 dl de leite
2 dl de natas

Preparação da base:

Misture a farinha com o açúcar, adicione-lhe a margarina cortada em pedaços e trabalhe com as pontas dos dedos até obter uma areia grossa.
Junte o ovo e misture os ingredientes até conseguir moldar a massa em bola.
Estenda a massa e forre uma forma de tarte com cerca de 22 cm de diâmetro.
Pique o fundo com um garfo e deixe repousar no frigorífico.
Ligue o forno e regule-o para os 200 °C.
Leve a massa ao forno e deixe cozer cerca de 15 a 20 minutos.
Prepare o creme:

Bata os ovos com o açúcar.
Dissolva a maisena no leite frio e junte à gemada.
Leve ao lume e deixe engrossar, mexendo.
Adicione as natas e misture bem.
Retire do calor e deixe arrefecer.
Deite o creme preparado na caixa de massa e leve ao forno cerca de 25 minutos.
Quando o creme começar a alourar, polvilhe a superfície com açúcar e ligue também a grelha superior do forno.
Deixe caramelizar.

sábado, outubro 14, 2006

Brioches de Banana do Mauro


Brioche de Banana do Mauro Rebelo
Uma delicia de pãozinho recheado, fofinho, é só seguir a receita e dá tudo certo, a minha dificuldade foi rechear e fechar as bolinhas, ainda tenho muito que treinar.
A única alteração que fiz foi no recheio só tinha duas bananas bem pequenas então juntei maça. Ficou óptimo.

Para a esponja:100 g de farinha de trigo
11 g de fermento biológico desidratado ou 35 g de fermento biológico fresco
100 ml de água

Para a Massa:100 ml de leite integral
1 colher (chá) de sal
100 g de açúcar
100 g de manteiga em temperatura ambiente
1 ovo
400 g de farinha de trigo

Recheio:
4 bananas prata amassadas (usei 2 e coloquei 2 maças bem picadinhas)
2 cravos
1 xícara de açúcar

Faça a esponja:Coloque a farinha de trigo e o fermento em uma vasilha. Coloque a água e misture. Cubra a vasilha com pano e deixe descansar por 30 minutos.

Faça a massa:
Coloque a esponja na batedeira e adicione o leite, o sal, o açúcar, a manteiga e o ovo.
Bata para misturar. Adicione a farinha aos poucos até dar o ponto de pão - a massa deve estar macia e húmida.
Coloque a massa em uma bancada e corte em bolinhas.
Cubra com plástico e deixe descansar por 15 minutos.
Unte uma forma com óleo.

Modele as bolinhas: Abra com a palma da mãos recheie com o doce de bananas e feche a bolinha.
Coloque na forma e espere os brioches dobrarem de volume.
Pincele com a gema e leve ao forno (200 graus) por 20 minutos.
Quando sair do forno passe no açúcar misturado com canela.

Para fazer o recheio:
é só derreter o açúcar até que vire um caramelo. Jogue as bananas e o cravo e deixe no fogo mexendo até que derreta todo o caramelo e fique uma massa homogénea.

Bolo de chila e amêndoa


Bolo de chila e amêndoa

Um bolo diferente, e muito apreciado nas regiões do Alto Douro, adorei a combinação da amendoa com o doce de chila, ficou muito bom.

250 g de amêndoa pelada e moída
250 g de doce de chila
100 g de açúcar
6 ovos
1 colher de farinha

Mistura-se as gemas com o açúcar.
Juntam-se o doce de chila e a amêndoa, mistura-se bem, junta-se a farinha e envolve-se as claras batidas em castelo.
Vai ao forno em forma bem untada e forrada com papel vegetal.

sexta-feira, outubro 13, 2006

Rolo de Carne com Espinafres


Rolo de carne com espinafres

Mais uma ideia super fácil, e pratica para as nossas crianças comerem os espinafres sem fazerem pirrice.

500g de carne de vaca picada
1 maço de espinafres
4 fatias de fiambre
6 fatias de queijo flamengo
sal e pimenta a gosto

Tempere a carne com sal e pimenta a gosto.

Coza os espinafres em agua temperada com sal, depois de cozidos passe por agua fria, escorra, esprema. Reserve.

Coloque uma folha de papel vegetal sobre uma superfície lisa, por cima coloque a carne e outra folha de papel vegetal e abra com um rolo até ficar um rectângulo com uma espessura de mais ou menos 1 cm.

Retire a folha de papel vegetal, cubra com os espinafres, por cima coloque o fiambre e por cima deste o queijo, enrole com ajuda do papel vegetal que ficou por baixo, vá apertando, para ficar um rolinho bem preso.

Leve a assar em tabuleiro untado com óleo, coloque uma cebola cortada as rodelas por cima da carne e um pouco de polpa de tomate, regue com um pouco de azeite e deixe assar .

Sirva o rolo cortado em fatias, acompanhado por batatinhas assadas e salada.

Pavê surpresa da Marcia


Pavê Surpresa da Marcia

Este pavê é uma delicia, não tinha morangos, substitui por framboesas, adorei o resultado final, uma sobremesa linda, e a combinação dos sabores excelente.

1 pacote de biscoito de amido de milho(usei bolacha maria)
1 lata de leite condensado
1 pacote de natas 200ml
1 lata medida de leite
2 gemas
1 colher (sopa) de farinha de trigo
1 xícara (chá) de morango picado(usei framboesas)
1 colher (sopa) de licor a gosto (usei um vinho do porto branco bem doce ) opcional
100g de chocolate meio amargo

DECORAÇÃO
morango e chantilly (usei o creme de framboesa e framboesas frescas)

MODO DE FAZER:
Em uma panela, coloque o leite condensado, leite comum (reserve um pouco) e a farinha de trigo dissolvida com o leite reservado.
Leve ao fogo e junte as gemas.
Cozinhe até engrossar e obter um creme (aproximadamente 5 minutos).
Retire do fogo e acrescente as natas.
Mexa. A seguir, divida o creme em duas partes iguais.
Em uma delas, junte o chocolate meio amargo ralado. Mexa até derretê-lo. Adicione o licor de sua preferência. Reserve.
Na outra parte, coloque os morangos picados. Mexa e reserve.

MONTAGEM:Em um refratário, intercale em camadas, as bolachas esfareladas, licor (opcional), creme de chocolate, bolachas esfareladas, licor (opcional) e o creme de morango. Decore com chantilly e morangos.

Minha opção:Coloquei uma camada fina de bolachas picadas, salpiquei com vinho do Porto, por cima coloquei uma camada de creme de chocolate fina, uma camada de bolachas, salpicos de vinho do porto, uma camada de creme de framboesa, reservei um pouco para a decoração, uma camada de bolacha, salpicos de vinho do porto, creme de chocolate, fina camada de bolachas e restante creme de framboesas em forma decorativa, e framboesas frescas para decorar.

terça-feira, outubro 10, 2006

Trança Rústica



Trança Rústica

Esta receita retirei do site da Vaqueiro, ficou um pão levemente adocicado, bem fofo, é óptimo para acompanhar um chá.

700 g de farinha
100 g de açúcar mascavado
1 pacote de levedura seca (11 g)
sal
30 g de margarina
2 ovos
2 dl de leite
sementes de girassol
açúcar

Preparação :

Numa tigela misture a farinha com o açúcar mascavado, a levedura seca e uma pitada de sal.

Abra uma cavidade ao centro e deite aí a margarina, 1 ovo e 1 clara e o leite amornado.

Misture tudo muito bem com uma colher de pau até a massa se começar a soltar das paredes da tigela.

Nessa altura comece a amassar com as mão sovando bem a massa durante cerca de 10 minutos.

Molde em bola, polvilhe com farinha e tape com um pano. Deixe levedar em local quente durante pelo menos 1 hora.

Divida a massa em 3 porções e molde cada uma num rolo com cerca de 35 de comprimento.

Una os 3 rolos numa das extremidades e entrelace-os fazendo uma trança, unindo depois as pontas da outra extremidade.

Coloque a trança sobre um tabuleiro de forno polvilhado com farinha e deixe levedar, tapado com um pano, durante mais 1 hora.

Pincele com a restante gema previamente desfeita com uns pingos de água e polvilhe com sementes de girassol e açúcar.

Coza em forno moderado durante cerca de 45 minutos.


domingo, outubro 01, 2006

Muffins de Maça e canela


Muffins de maça e canela

Estes muffins foram inspirados na receita de muffins de ananás da Cozinha da Zana, como tinha algumas maças que precisava gastar urgentemente lembrei-me que poderia dar certo. Ficaram bem fofinhos, as crianças devoraram todos num instante.
120 g de açucar amarelo
200g de maças picadas
225 g de farinha de trigo
1 colher sopa de fermento em pó
1 ovo
220 ml de leite
60 g de manteiga derretida
1 pitada de sal
1 colher café de canela em pó

Num recipiente colocar o ovo, a manteiga derretida e o leite, bater levemente, para envolver os ingredientes.
Noutro recepiente juntar a farinha, o açucar, o fermento e a pitada de sal e a canela e a maça bem picadinha, juntar a mistura do outro recipiente e misturar bem com um garfo.
Colocar esta massa em formas pequenas previamente untadas e polvilhadas, e levar a assar em forno pré-aquecido a 190º por cerca de 20 a 25 minutos.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...